skip to Main Content
Entre em contato: +55 11 95133-2600

Food Trucks, o negócio da vez

O estilo e a rapidez das comidas feitas em camionetes estão cada vez mais presentes no cotidiano dos portenhos.

RENATA CERDEIRAS
DE BUENOS AIRES

No final de 2013, chegou ao Brasil a moda dos Food Trucks, que são literalmente camionetes de comidas, que podem ter um local fixo ou rodar pela cidade. Durante três anos, esse estilo gastronômico esteve em alta no Brasil, mas não se tornou parte do cotidiano da maioria dos brasileiros por conta dos preços altíssimos das refeições.

“Callejera” é o termo em espanhol que se refere às comidas de rua que são feitas em barraquinhas e outros meios ‘portáteis’. Atualmente, também engloba os Food Trucks, que estão fazendo muito sucesso na Argentina.

O Ambiente

É fácil entender o porquê do sucesso dessa moda gastronômica na capital argentina, basta olhar o local onde estão dispostos e os preços para se encantar. “É algo muito inovador, sai de contexto, as pessoas vêm mais pelo lugar em si do que pelos crepes”, disse Isa, funcionária do Urban Crepe, Food Truck localizado dentro do outlet Distrito Arcos.

O Food Truck Urban Crepe chama a atenção dos clientes por seu jardim vertical. Foto: Renata Cerdeiras

O estilo culinário está tão em alta que a cada 15 dias há um festival de Food Trucks na cidade de Buenos Aires. Neles as comidas são bem variadas, tendo também os eventos que são temáticos de nacionalidades, ou seja, a cada edição as comidas são típicas de um determinado local.

“Os Food Trucks na Argentina, para mim, têm sido a inovação mais certeira que podiam ter feito, já que vendem bastante, e foi uma ideia bem captada pelos portenhos”, disse Eugamer Maita, venezuelana que trabalha há quase dois anos no Urban Tacos. “Os Food trucks são mais acessíveis que os restaurantes comuns”, completou.

“Food trucks são mais acessíveis que os restaurantes comuns”

 

Peso Argentino equivale a aproximadamente R$4,5

Acessibilidade

Uma coisa interessante de se perceber nos Food Trucks de Buenos Aires é que sai bem mais em conta comer neles do que em restaurantes comuns, diferentemente do que acontece no Brasil, onde comer nessas caminhonetes sai muito mais caro.

A maioria dos portenhos entrevistados acredita que Food Trucks são realmente úteis e que chegaram para ficar. Muitos ressaltam a diferença de preços das comidas callejeras e de restaurantes como os principais motivos pela escolha desse estilo diferenciado.

Os Food Trucks de rua são os mais apreciados, até pela praticidade, mas os de locais privados também têm um grande público, porém saem um pouco mais caro e são mais pra quando não se está apressado.

LEIA MAIS:

http://www.lanacion.com.ar/1956805-los-food-trucks-mas-lindos-de-buenos-aires

https://puntobiz.com.ar/noticias/val/111749/val_s/101/la-primera-cadena-de-panchos-gourmet-desembarca-en-rosario.html

 

RENATA CERDEIRAS é estudante do segundo semestre de Jornalismo na UPM e participante do programa Jornalismo Sem Fronteira (Buenos Aires), que leva estudantes de comunicação e de áreas relacionadas para a capital argentina com o objetivo de que possam vivenciar e adquirir experiências de correspondentes internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *